Toxicidade

 

Toxicidade

        A toxicidade da TTX resulta do bloqueio da propagação do potencial de acção, das células nervosas, do qual resulta uma paralisia muscular.

Suporte avançado de vida

Doente com suporte respiratório

A TTX actua nos sistemas nervoso central e periférico, estimula a activação de quimiorreceptores e provoca depressão dos centros respiratórios e vasomotores. 

        A dose tóxica de TTX em humanos é muito baixa, aproximadamente 1 mg. 

Toxicidade da TTX em ratinhos 
        A TTX é 10 a 100 vezes mais mortal do que o veneno de uma aranha viúva negra quando administrada a ratos, e mais de 10000 vezes mais mortal que o cianeto. Possui a mesma toxicidade do que a saxitoxina, toxina responsável pelo envenenamento paralisante por marisco (PSP- paralytic shellfish poisoning), a qual também está presente no peixe-balão e que tem um mecanismo de acção semelhante no bloqueio dos canais de sódio. 
         À excepção de algumas toxinas bacterianas, apenas a palitoxina (toxina isolada de uns organismos marinhos semelhantes a anémonas) e a maitotoxina (presente nalguns peixes) são consideradas mais tóxicas do que a TTX (100 vezes mais tóxicas do que TTX e saxitoxina). 

 

Referências

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2857372/pdf/marinedrugs-08-00577.pdf (acedido a 18-5-2010) 

http://www.jstage.jst.go.jp/article/jjp/88/4/365/_pdf  (acedido a 18-5-2010) 

http://www.cbwinfo.com/Biological/Toxins/TTX.html   (acedido a 18-5-2010) 




%d bloggers like this: